Tendinite do manguito rotador







Também denominada síndrome do impacto é a mais comum causa de dor no ombro.

Tendinite é a causa primária de dor, porém o envolvimento secundário da bursa subacromial ocorre em alguns casos. Pode ser aguda ou crônica e pode estar ou não associada com depósito cálcico tendíneo. O achado clínico característico é dor à abdução ativa especialmente entre 60° e 120°. Em casos severos, entretanto, a dor pode ocorrer desde o início da abdução. A tendinite aguda tende a ocorrer em indivíduos mais jovens e mais freqüentemente evoluem com calcificação na inserção do tendão supra-espinhoso. Os depósitos são melhor visualizados nos exames radiográficos planos em rotação externa. Estes depósitos podem resolver espontaneamente. A bursite subacromial pode também resultar de ruptura do material cálcico no interior da bursa.

Leia também:

A tendinite crônica do manguito rotador se apresenta como dor no ombro geralmente sobre o deltóide lateral e ocorre com vários movimentos, especialmente na abdução e rotação interna. Os pacientes referem dificuldades para se vestir e dor noturna. O movimento inicial para detecção da tendinite do manguito rotador é determinar se a dor está presente na abdução ativa do braço na posição horizontal. O sinal do impacto (Neer) é geralmente positivo.

Esta manobra é realizada pelo examinador usando uma mão para flexão passiva do ombro do paciente, enquanto a outra mão fixa a escápula, provocando dor nos casos de síndrome do impacto, devido à compressão das estruturas subacromiais situadas entre a tuberosidade maior do úmero e o acrômio. Outro teste que confirma a tendinite do manguito rotador é o teste de Neer, que consiste na infiltração de 2-4 ml de xilocaína no espaço subacromial que, uma vez positivo, aliviará a dor provocada pelo sinal de Neer.

As causas da tendinite do manguito rotador são multifatoriais, porém a sobrecarga sobre a articulação geralmente é implicada. Fatores relacionados à idade incluem degeneração e diminuição na vascularização dos tendões do manguito, bem como redução da força muscular. Osteófitos na porção inferior da articulação acrômio-clavicular ou trauma agudo da região do ombro contribuem para o desenvolvimento da tendinite e processos inflamatórios, tais como a artrite reumatóide, podem causar tendinite do manguito rotador. O tratamento consiste em repouso articular, aplicação de calor local ou de gelo ou de ultra-som, com exercícios específicos tolerados pelo paciente. Os AINH são benéficos, porém o tratamento mais comumente utilizado é a infiltração de CE na bursa subacromial, pela contiguidade com o manguito rotador.

Fonte

Publicada 17/05/11 e atualizada em 03/05/17
Tendinite do manguito rotador Tendinite do manguito rotador Editado por saude.chakalat.net on 10:26 Nota: 5

2 comentários:

Janaina Matilde Santoro Giorgi disse...

É muito doloroso esse quadro e mesmo com cuidados e fisioterapia, não consegui evitar à cirugia do manguito rotador e após um ano não recuperei todos os movimentos. À recuperação está lenta e dolorosa. Um pós operatório muito doloroso. Ainda tenho um longo caminho à percorrer ,já que tenho que fazer cirurgia do supra e infra espinhal. Não sei se terei coragem de enfrentar tanta dor e superar às dificuldades de uma capsulite adesiva pós cirúrgica, como consequência da tendidinovite novamente

Eu disse...

Melhoras para você, seja forte. Eu estou a 3 meses tentando curar dores no ombro, teve uma melhora de 50%. Uma parte do ombro doí ao esticar o braço e doutor só me manda ficar de repouso, cada dia mais tenso é complicado. A maior riqueza de uma pessoa é filhos e sua saúde. ;-(

Tecnologia do Blogger.