A tendinite no seu dia a dia







No seu dia a dia, você alguma vez já sentiu uma dor incômoda no punho depois de passar muitas horas teclando? Ou após uma longa partida de tênis? Isso pode ser um sinal de tendinite, uma inlfamação de um ou mais tendões, que pode ser ocasionada pelo excesso de movimentos repetitivos em uma mesma estrutura. Atualmente ouve-se muito falar desse problema, mas poucos sabem o que realmente significa tendinite, como tratá-la e, principalmente, quais atitudes tomar para prevenção.

As causas são variadas e podem estar associadas ou não a condições médicas, como por exemplo, traumas mecânicos, infecções, doenças reumatológicas e do sistema imune, distúrbios metabólicos e processos degenerativos.

Determinar a causa pode parecer um trabalho árduo, mas é o primeiro passo para um tratamento dar resultado. Durante o seu dia de trabalho, os problemas ergonômicos e o excesso de repetições são os grandes "vilões". Nas atividades esportivas, o risco está relacionado ao erro na execução do gesto esportivo ou ao uso inadequado dos equipamentos, além das mudanças de volume e/ou intensidade do treinamento.

A dor é geralmente o primeiro e principal sintoma, podendo ainda estar associada a edema e diminuição do movimento e força muscular. Em alguns casos, o paciente pode apresentar alteração de sensibilidade na região atingida.

É preciso ter cuidado na hora de buscar o diagnóstico correto do quadro doloroso. Dados de um levantamento realizado por Cesar Siena e Milton Helfenstein Jr, médicos reumatologistas, mostram uma tendência a um número exagerado de diagnósticos para tendinites. Segundo a pesquisa, a fibromialgia tem sido a principal responsável por esses equívocos de consultórios. Os pesquisadores ressaltaram que os erros de avaliação estão relacionados à falta de treinamento médico para a correta identificação de quadros dolorosos.

O tratamento é conservador e o repouso da articulação envolvida é fundamental para uma boa recuperação. A terapia medicamentosa é importante no controle da dor e da inflamação e sempre deverá ser realizada sob a orientação de um médico especialista. O gelo também é um excelente recurso analgésico e antiinflamatório. Passada a fase aguda, alongar e fortalecer a musculatura envolvida será imprescendível para dar suporte à estrutura, evitando sobrecarregar novamente a articulação.

Atenção: O alongamento, antes e depois das atividades, seja no ambiente de trabaho ou na prática esportiva, é um importante aliado na prevenção das tendinites.
A tendinite no seu dia a dia A tendinite no seu dia a dia Editado por saude.chakalat.net on 11:30 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.