Sinais e Sintomas da Tendinite da Pata de Ganso




Olá! Eu sou a Dani e esse texto fala sobre Sinais e Sintomas da Tendinite da Pata de Ganso.


A pata de ganso é um conjunto de tendões formado pelos músculos sartório, semitendinoso e grácil. A denominação "pata de ganso" é em virtude da estrutura parecida com a membrana natatória do ganso.

Essa musculatura tem a função primária de promover a flexão do joelho, tendo influência secundária na rotação interna da tíbia, e protegendo contra o estresse em rotação e em valgo.

Acesse o blog da Fisioterapia

São músculos que se originam na tuberosidade isquiática e na sínfise pública e se inserem na face interna da tíbia. Observa-se que junto à inserção dos tendões da pata de ganso localiza-se a bolsa sinovial que vai lubrificar e proporcionar mais funcionalidade nos movimentos evitando atritos locais. É comum esta bolsa sofrer de dores isoladas ou estar associada à tendinite pata de ganso, gerando assim uma bursite anserina.

Esse tipo de lesão é uma das tendinites mais frequente do joelho, afetando na maior parte a inserção da pata de ganso na borda superior interna da tíbia.

Sinais e Sintomas

  • dor inflamatória na inserção do tendão (parte interna do joelho);
  • sensibilidade à palpação (digitopressão) na área de inserção;
  • dor na face medial do joelho ao subir e descer escadas;
  • mobilidade articular passiva normal e ativa limitada pelo quadro de dor;
  • ligeira tumefação sem acompanhamento de derrame articular, mas dolorosa à palpação;
  • contração isométrica contra-resistência positiva para o músculo do tensão afetado;
  • no caso de tendinite não resolvida, recidivante e naquela que acompanha um processo degenerativo inflamatório articular pode ocorrer a atrofia do músculo quadríceps.

Observa-se que uma grande quantidade de pacientes referem dor na região póstero-medial ou na linha média do joelho, sem edema, dessa forma tornando desafiador o diagnóstico diferencial com lesão de menisco.

A abordagem terapêutica na Tendinite Pata de Ganso muitas vezes é dificultada devido aos múltiplos fatores que podem estar envolvidos neste tipo de lesão, então o tratamento normalmente se torna prolongado e sujeito a recidivas e frustrações dos pacientes e terapeutas envolvidos.

Em razão disso se torna fundamental o diagnóstico exato e a avaliação dos fatores que podem estar gerando o quadro lesivo.



Dicas para Profissionais:
  • Guia de Testes Ortopédicos
  • Curso de Agulhamento a Seco (Dry Needling)
  • Curso - Aprenda Auriculoterapia
  • Curso - Aprenda Ventosaterapia

  • Espero que você tenha gostado da abordagem. Segue a gente nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, e no Youtube. Entre no grupo do Whatsappe no grupo do Telegram

    Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

    Nenhum comentário